6 de jun de 2013

Mesmo que não me perdoe...

E desde que você se foi, minhas músicas em meus fones de ouvidos no último volume, não estão mais conseguindo abafar os barulhos em minha mente.
E às vezes eu acho que era isso que eu temia: gostar de você. As vezes eu acho que era isso que eu temia: sentir mais a falta sua do que de outra coisa quando me afastasse de você.
Talvez eu tenha usado as palavras erradas na ordem certa. Ou talvez, eu só tenha usado as palavras certas na ordem errada.
Eu procuro evitar o máximo tudo isso porque eu sei que não adiantará muita coisa ou pouca coisa pensar e repensar,chorar e rechorar, imaginar e reimaginar eu falando com você de novo. Talvez eu devesse parar de fazer tudo o que faço diariamente e devesse deixar só... as coisas falarem por mim, fazerem por mim. Deixar a música falar comigo e quando não quiser me expressar, só me deixarei com que a música tome conta de mim e faça o melhor por mim.
Eu sei como me recuperar, mas o jeito  é exatamente aquele que me faz lembrar mais ainda você, e se já dói sem ajuda de nada, obrigada, mas não quero mais nada. Então vou pelo caminho mais difícil, com mais pedras e espinhos, mas terá um fim e  talvez não seja tão longo quanto eu estou fazendo dele.
Eu só temia escrever sobre isso e me fazer chorar. Chorar, por saber que talvez pelas  palavras erradas ou pela ordem errada eu acabei com tudo. Eu não queria causar estas consequências, como todos pensam e veem, eu queria que tudo fosse como antes, antes da gente começar a não dar mais certo, antes da gente “forçar” algo e não, deixar simplesmente acontecer.
Me desculpe se eu te fiz chorar ou se te faço até hoje, mas se te faz ficar um pouco melhor, sabia que eu também choro todo dia pensando em tudo, mesmo que mentalmente.
Antes, eu piscar e cair uma lágrima  era raro, ninguém via e nem minhas músicas sentiam o que passava. Agora, piscar e rolar lágrima é rotina, todos veem e minhas músicas sabem o que sinto, ou senão, pelo menos tentam entender. As minhas fronhas já não ficam secas, as noites são longas e sonhos? Sonhos eu não tenho mais.

Só quero que saiba que eu gosto de você. E se você não puder me desculpar ao menos sorria, sorria pelo sol que está lá fora te esperando para mais um lindo dia que fará com que você se apaixone por si mesmo.




-Ivanita de vocês, para sempre.